Cooperação com Brasil e Portugal

Cadernos Multimundos

O grupo de pesquisa Multimundos se caracteriza como um grupo multidisciplinar, abarcando as áreas de Comunicação, Filosofia, Educação, Cultura e Artes, Cinema, Audiovisual, Design e Tecnologias, Media Arts, e Poéticas Contemporâneas.

Em 2019 o grupo Multimundos organizou dois seminários internacionais „Communicação, Cultura e Sensibilidade“ e „Comunicação, Cultura e o Outro“. Os primeiros dois volumes dos Cadernos Multimundos reúnem discussões de professores de universidades do Brasil, Portugal, Barbados e Alemanha, occoridas nestes dois seminários (clique na capa para mais informações e download em PDF).

Outras colaborações

Transgermania – Alemanha entre Leitkultur e (pós-)modernidade transcultural. Comunicação na Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2021.

(A) imigração (do outro) e (na) identidade (cultural) na (pós)-modernidade transcultural – Pensamentos e estímulos de Transgermania. Comunicação no Webinar „A Cultura e o Outro“, na Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2019.

Da metodologia dialógica para Global Citizenship Education de uma perspectiva transcultural. Comunicação na conferência internacional „Celebrando Paulo Freire – 50 Anos Depois da Pedagogia do Oprimido“, Universidade do Porto, 2018.

Educação e desenvolvimento de uma perspectiva transcultural. Docente visitante na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, 2018.

Markus Auditor

auditorWeb

Estudou na graduação pedagogia, ciência da cultura e sociologia em Lüneburg, Hannover, Hagen e Crato. Doutorado em pedagogia na Universidade de Hannover.

Linhas de pesquisa: Global Citizenship Education, pedagogia transcultural, Educação para desenvolvimento sustenável, cooperações internacionais em educação.

Coordenador de projetos e atividades de docente em diversas universidades na Alemanha, no Brasil e no Portugal, assim como para Learn2Change – Global Network of Educational Activists, o World University Service, a Associação Política de Desenvolvimento na Baixa Saxônia e a Fundação Friedrich Ebert, por exemplo:

  • GLOBAL TEACHER – Aprender e ensinar sustentabilidade de uma maneira transcultural.
  • Teorias de Global Education – No caminho para um diálogo teuto-brasileiro entre as ciências sociais e pedagogos.
  • Estudo sobre a situação da educação na região do Cariri no Ceará.
  • Global Students – Estudar na Uni Kassel sem fronteiras.
  • Miteinander – Campus International. No caminho para a universidade como espaço internacional (DAAD).
  • Portfolio no curso de „Alemão como língua científica para estrangeiros“ – Metódo eficiente para distinguir os alunos na sala de aula.

Muitos anos de experiência de trabalho na cooperação internacional com e no Brasil, cooperação com diversos grupos de base, instituições de educação, organizações não governamentais e o Instituto Goethe. Atualmente é coordenador de projetos na Rede ENLIGHT, no departamento de Relações Internacionais da Universidade de Göttingen.